A Universidade do Estado de Mato Grosso lamenta profundamente a morte do ex-reitor e professor Arno Rieder, aos 69 anos, ocorrida no início da noite desta quinta-feira (6) em Cáceres, em decorrência de um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico.

Arno Rieder foi internado na quarta-feira e havia sido diagnosticado com o vírus da H3N2, e sofreu dois infartos e um AVC, não vindo resistir.

A Unemat decretou luto oficial por três dias e suspendeu todas as atividades administrativas e acadêmicas no âmbito da instituição nesta sexta-feira (7) em virtude da morte do ex-reitor.

Arno Rieder é um dos fundadores da Universidade, tendo iniciado sua vida acadêmica na Instituição quando esta ainda era Instituto de Ensino Superior de Cáceres (IESC) em 1981, e tornou-se professor efetivo em 1990, vindo a ocupar o cargo de reitor no período de 1998 a 2002.

O professor Arno Rieder era casado com a professora da rede estadual de educação Vera Maria, e com ela tinha quatro filhos (Frederico, Júlio César, Vanusa e Laura). Era lotado na Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas do Câmpus Jane Vanini em Cáceres.

Arno Rieder era formado em Agronomia, possuía mestrado em Agricultura Tropical e doutorado em Saúde e Ambiente e em Ciências, e era reconhecido internacionalmente por suas pesquisas com plantas e pragas domésticas, tendo apresentado o fruto de seu trabalho fora do País em diferentes ocasiões.

De acordo com a família, o professor passou mal nesta quarta-feira (5) com dores nas costas, fortes dores de cabeça e variação de pressão. Ele foi internado no Hospital São Luiz em Cáceres. Ao dar entrada no hospital já estava infartado, e ainda sofreu um AVC. Ao longo desta quinta-feira, o professor passou por diferentes procedimentos médicos, mas não resistiu e veio a falecer às 18h30 aos 69 anos de idade.

O velório será na Câmara Municipal de Cáceres, a partir das 8 horas da manhã desta sexta-feira (7).

A direção da Unemat lamenta a grande perda, e salienta que o professor Arno deixa um legado de dedicação à educação, ao meio ambiente e à sociedade, com seu exemplo de vida e de preservação. “Ao longo de tantos anos dedicados à Unemat, ensinou com seu exemplo, e deixa marcas em diversos profissionais”, destacam o reitor Rodrigo Bruno Zanin e a vice-reitora Nilce Maria.

À esposa, aos filhos, aos amigos e aos familiares, a Unemat se junta neste momento de tristeza e despedida na certeza de que o professor Arno continuará vivo na memória de milhares de alunos e profissionais que se espelham no seu exemplo.

 

Notícia originalmente publicadas por: unemat.br/Assessoria de Comunicação